Fale conosco Anuncie Publicidade Sobre o Met@lica
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS FORNECEDORES TABELAS EVENTOS CURSOS NOTÍCIAS
Outro formato

Gerdau tem forte lucro com ajuda da América do Norte

O grupo Gerdau teve lucro líquido de 873,3 milhões de reais no segundo trimestre, mais de três vezes o registrado um ano antes, devido à melhora das operações na América do Norte.



Gerdau tem forte lucro com ajuda da América do Norte

O resultado também representa alta de mais de 100 por cento comparado ao primeiro trimestre deste ano --quando o lucro da Gerdau foi de 427,3 milhões de dólares-- e supera com folga a previsão média de cinco analistas consultados pela Reuters, que apontava para lucro de 574 milhões de reais.

'A grande recuperação das operações norte-americanas envolveu forte melhora de preços, acima da correção das matérias-primas. Soma-se a isso um esforço muito grande desde a fusão com a Co-Steel (feita em 2002) de melhorar o desempenho operacional na América do Norte', comentou a jornalistas por telefone o vice-presidente financeiro da Gerdau, Osvaldo Schirmer, nesta terça-feira.

A receita líquida nos três meses encerrados em junho foi de 5,3 bilhões de reais, alta de 27 por cento sobre o trimestre anterior.

Para a segunda metade do ano, disse Schirmer, a perspectiva ainda é otimista. 'Vemos preços mantidos para América do Norte, com tendência de aumento, pois volta a ter pressão de algumas matérias-primas. A demanda continua muito forte, baseada na economia norte-americana.'

No caso da América do Sul, o executivo afirmou que alguns setores paralisados nos primeiros meses do ano, sobretudo no Brasil, começam a dar sinais de crescimento, como o da construção civil.

No mercado doméstico, a empresa reviu para cima a previsão de crescimento no volume de vendas deste ano.

'A realidade é que se olharmos o (primeiro) semestre tivemos aumento de 19 por cento. Até podemos rever o número de 12 por cento. Podemos esperar aumento de torno de 15 por cento no volume de vendas internas comparando um ano contra o outro', disse o vice-presidente sênior da Gerdau, Frederico Gerdau Johannpeter.

A 'confiança no próximo resultado', segundo Schirmer, fez com que o grupo aprovasse, no final de julho, o pagamento de dividendos sobre o resultado do terceiro trimestre.

MARGEM MAIOR

O aumento das margens operacionais das exportações a partir do Brasil e dos negócios na América do Norte ajudaram a elevar a margem Ebitda da Gerdau trimestre a trimestre, que passou de 21,2 por cento para 32,4 por cento.

A geração de caixa medida pelo Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) foi de 1,7 bilhão de reais no segundo trimestre, contra 883,3 milhões de reais no período anterior.

As vendas consolidadas foram de 3,1 milhões de toneladas no segundo trimestre, estáveis em relação ao primeiro trimestre. As operações no Brasil --concentradas na Gerdau Açominas-- contribuíram com 53,6 por cento; as da América do Norte, com 42,6 por cento; e as empresas no Chile, Uruguai e na Argentina com o restante.

No acumulado do primeiro semestre a siderúrgica teve lucro líquido de 1,3 bilhão de reais, alta de quase 137 por cento sobre igual período de 2003.


Por Cesar Bianconi
(Reuters, 04/08/2004)
Fonte: INFOMET

Notícias

lotus metal fornece ao mercado uma variedade de metais para a construcao e industria
EMPRESAS E PRODUTOS
Lotus Metal fornece ao mercado uma variedade de metais para a Construção e Indústria
ECONOMIA E MERCADO
Retrospectiva e projeções para o mercado de alumínio
CONSTRUÇÃO CIVIL
Telhas galvanizadas
ARQUITETURA
Galeria a céu aberto

leipzig glass hall
ARQUITETURA
Leipzig Glass Hall
CURSOS
ABNT - Primeiras turmas de 2015
TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
Proteção permanente
CURSOS
Curso Energia Solar Fotovoltaica

empresa francesa inaugura tres parques eolicos no rn
INFRAESTRUTURA
Empresa francesa inaugura três parques eólicos no RN
SIDERURGIA
Gerdau desenvolve novo tipo de aço para fabricação de componente automotivo
ARQUITETURA
Paulista terá novo vão-livre e três centros culturais nos próximos anos
SUSTENTABILIDADE
Edifício sustentável com materiais da Afix é o primeiro com certificação Platinum